A mente mente

Recicle todo o aprendizado que foi obtido de melhor. Descarte o excesso que acompanha sem necessidade. Reveja. Faça revisões dos hábitos, vícios e substitua para novas formas de aprimoramento. As vezes é mais sobre recapitular um mecanismo automático do que aprender algo novo, o que por si só, já desempenha uma nova oportunidade de investir nos talentos adquiridos. Há sempre uma descoberta. Crer que não existe algo além, não é o problema. A mente cria os problemas por nunca estar no presente. Fugindo para o passado e correndo para o futuro. E cadê você nesse exato momento? O que é um real problema? Estamos emaranhados no que priva, no que pausa, no que nega e limita a abundância de ser. Escolhas são necessárias e ser necessário pode significar abundância para quem ajuda a si e a quem precisa.

Cada um possui sua singularidade e através dessa exclusividade existencial a performance de papeis nos vários personagens aparece para atuar. O que se tem para vestir? Não é sobre falsetas que carregamos por falta de si mesmo, é sobre se revelar. É sobre atuar com sentimento, com entrega e determinação para o que se deseja. Comece por uma rota diferente ou continue com uma observação diferente. Ampliada. Perceba o quanto foi caminhado e respeite todo o processo neutralizando em aprendizado. Incluir os tropeços e sorrir no descontentamento é a maior forma de amorosidade por ser quem se é e por respeitar o outro por ser quem é.

O bloqueio da simplicidade de perceber as belezas particulares que escapam das mãos, dos olhares, das falas está promovendo falta. Vazios e mais vazios de barulho. O silêncio está gritando pelo costume da escassez de afeto. Está pesado porque não está sendo dividido e compartilhado. Mais personagens estão sendo criados com máscaras. Literalmente.

Por isso, dê oportunidade em algum momento do dia para falar e fazer algo para o agora e lembrar da sua existência; por respirar, por estar consciente neste presente, no seu corpo através do amor. O que se faz necessário é complexamente mais simples do que a mente diz. A mente mente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s