DIÁRIO: Mudar é libertar

11:11

66709372_444223746434016_1973726090295771136_n
@fotografabrasileiranairlanda

Há uns bons tempos da minha vida tive medo da mudança. E era inconsciente porque na hora de ter que agir porque definitivamente não havia mais motivos para continuar, independente do que era, eu ficava com muito medo. Sim, isso é muito normal até você adquirir a consciência de que mudar é sensacional. É tão libertador o que a vida pode te proporcionar que se manter em um mesmo estado seja físico, mental, espiritual e emocional é doloroso.

Não se mantenha por muito tempo em um mesmo estado, o comodismo. Claro, isso não é uma regra, mas, ajuda muito para quem quer sempre estar nessa incrível transformação que é chamada de evolução. Evoluir.

Evoluir é praticar. Para ter a experiência de anos sobre qualquer assunto, é necessário praticar, é necessário adquirir hábitos, focalizar o que mais te preenche de alegria, amor e gratidão. É correr atrás do que faz bem e até mesmo de quem faz bem.

Situações acontecem, sejam elas positivas ou de aprendizado, na real, todas as situações evolutivas da nossa história são para nosso aprendizado, a única diferença é que as que precisam de mais atenção, que são as que geralmente a gente vai empurrando com a barriga, são as mais importantes, porém, as mais dolorosas. Sim, carxs, o processo evolutivo das nossas histórias é doloroso e ao mesmo tempo é lindo demais.

O que o Universo te promove é o amor que você carrega dentro de si, para com você e para com os outros. Os outros são o resto, mas o resto num todo, o resto que une você como unidade às outras unidades formando uma grande extensão e única extensão unitária, chamada Universo. E acredite ou não, você é um Universo gigantesco e complexo capaz de mudar de um minuto pro outro a sua vida, inspirar a vida dos outros e poder assim, ajudar a desencadear muitos cadeados que já estavam fechados há tantos e tantos anos.

Isso me despertou de uma maneira linda quando estive participando de um evento lindo chamado “O Encontro com A Curandeira” organizado pelas queridas Marthina R. Hanemann e Tatiana Kessler que trouxeram de uma maneira gentil a forma de olharmos para dentro toda a nossa essência feminina divina que carregamos e não temos [em especial as mulheres, porém não se esqueçam que todos os seres humanos carregam dentro de si o poder feminino e o poder masculino dentro de si e é importante saber que isso não faz você mais homem ou mais mulher, é um equilíbrio que deve ser levado a sério e com todo o amor] a noção de muitas vezes não sabermos quem somos e para quê viemos nessa vida.

Perfil do Projeto de Luz da Marthina é @marthina.art.

66430257_801799030214518_8114386402713534464_n
@fotografabrasileiranairlanda

Havia um altar, inclusive essas fotos foram tiradas pela querida Livia Paladini, com flores, velas, ervas frescas, cristais e cartas. E eu tive a excelência de tirar a carta Consciência Divina que me despertou de uma maneira tão bonita o quão estou seguindo um caminho mais leve, acolhedor com mais amor por mim, por quem fui, por quem sou e por quem estou me tornando. Se tornar.

Tornar um ser humano melhor para si e para o mundo requer muita energia, mas saber que acordar de manhã sem querer levantar da cama também faz parte desse processo. Sentir dores emocionais de histórias que já se foram e que muitas vezes ficam guardadas para não doer, acabam despertando junto com a consciência que vai se criando dentro de nossas atitudes, escolhas, respostas. E não adianta, quando elas vêm a melhor forma de curar toda essa dor é sentindo ela. As decepções, as raivas, rancores, os traumas, incertezas, desamores, expectativas, dores e principalmente, a falta de compreensão são ressignificados quando há permissão em ressignificar para pode seguir em frente. Seguir.

Seguir em frente não é deixar tudo para trás e ao mesmo tempo, é deixar tudo para trás. Seguir em frente requer muita coragem. Escolher requer muita coragem. Ser requer muita coragem. Coragem por nos escolher, por ser sincero consigo, com seu coração e seu espírito. Correr atrás não significa sair correndo pela rua desesperado a procura de algo que ainda não sabe exatamente o que significa, mas, ir de passo em passo, se transformando na sua melhor versão. Na melhor versão da sua vida, todo santo dia.

Pode ser que nesse período você se sinta julgado, se sinta observado, se sinta egoísta, mas já disseram por aí que amor próprio não é egoísmo, o problema é a falta de interpretação e que infelizmente, as pessoas acabam se tornando julgadoras da vida alheia. E aí vem a conversa do ciclo, se você inspira, você faz inpirar, se você julga, você faz julgar. Quem é você afinal, nessa história toda em que a sociedade se coloca na autonomia do achismo, ou de qualquer ismo?

E algo que estou aprendendo nessa nova etapa da minha vida é me desprender de padrões julgadores e me livrar de vez sobre o que eles podem fazer com nossa consciência inconsciente e até mesmo consciente. E ao que me refiro? Me conhecendo melhor. Parece fácil, né? Queria que fosse! Mas é um passo muito bonito que damos e que sinceramente, não tem mais volta. E sei que cada vez mais vai ajudar a transmutar todos esses padrões limitantes que venho carregando dentro de mim e que só a gente, e as vezes nem a gente sabe que tem. E algo que venho carregando dentro de mim é:

Saiba OUVIR o que as pessoas têm para te dizer e ensinar, mas saiba ESCUTAR o que você vai fazer com as informações recebidas. Cada um que passar pela sua vida vai transformar algo em você e é exclusivamente de sua responsabilidade o que você irá separar, peneirar e diluir para seu aprendizado. As vezes vai dar raiva, sim, e decepção também, mas não é culpa de ninguém a única diferença sobre lidar com as expectativas frustradas vindo de outras pessoas é a forma de como a sua consciência está para lidar com isso. Saiba OUVIR os outros, mas saiba se ESCUTAR. Como disse uma pessoa de luz que apareceu na minha vida há pouco tempo “um pé de melancia nunca irá oferecer melão”, então, não julgue o que a outra fonte tem para te oferecer, é de sua responsabilidade saber lidar com essa fonte, aliás, ela também precisa saber lidar com você.

Procure a felicidade, mas a pequena felicidade porque ela dura mais que a pequena tristeza. Saiba sentir o que a vida tem para te dizer, assim você irá ter uma nova consciência despertando dentro do seu caminho e é surpreendente o que ela pode transformar, mas é mais surpreendente ainda é o que e em quem você pode se transformar.

Luz!

66462409_675532282910340_4889857044300955648_n
@fotografabrasileiranairlanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s