DIÁRIO: Dificuldade da rotina

34483222_1741320212615195_8780229534730420224_n

Eu sempre tive problemas com rotinas e claramente esse é meu objetivo de vida: me adaptar em retornar às rotinas. Meu Deus que difícil que está sendo pra mim retornar aos deveres depois de um longo tempo. Eu tô tentando, juro, mas aparenta o corpo não reagir o que se passa na minha cabeça.

Bem que seria fácil se tudo o que passasse na minha cabeça simplesmente acontecesse nas minhas atitudes, mas tenho uma barreira gigante entre o pensar/planejar e o fazer. Travo literalmente quando tenho compromissos, só se realmente sou obrigada a ter que fazer, porque se não, paro no mundo. E se eu paro no mundo, infelizmente minha vida para. Nada saudável. Não, não.

Tenho parado pra pensar sobre o que quero, o que não quero, meus objetivos principais, meus princípios e me sinto dentro de uma mala esquecida no aeroporto sendo jogada pra lá e pra cá. Socorro, que crise pós-felicidade-de-férias que eu estou tendo! É normal isso? Hein? Alguém aí que lê meus textos também já passou por isso ou está passando?

Muita gente fala que é só começar que embala, mas é aí que está o problema: começar. Faço um dever aqui, outro ali, me cobro lá e corro pro mesmo lugar pra não fazer mais nada. Vamos lá, mais um dia, hoje vai ser diferente, mantenha o bom astral, sorria e faça o que goste. Não se cobre tanto. É o que venho pensado todos os dias depois da volta do Brasil até chegar aqui nestas palavras.

Hoje vou ficar à espera do encanador o dia inteiro, o que acaba me aliviando por ter só esse compromisso, mas vou inventar algo pra fazer como um currículo novo. Opa, Pamela, uma ideia assim do nada? É! Tá fluindo.

|Esse post feito diretamente do coração| Sabe, se você está passando por algo parecido, onde a sensação de estar se sentindo reprimido é maior que tudo, pense em tudo o que você já fez de bom, seus pensamentos positivos vão ficar mais presentes. Não se desestimule pensando besteira, hein? Mas entendo que passa besteira no meio das duas orelhas, no lugar chamado cabeça, propriamente dito, cérebro, mas não deixa que isso permaneça.

Tudo tem seu momento, seu tempo. Vou melhorar a cada dia, sim, porque eu me conheço e quero que isso aconteça. Quem sabe é um momento de pensar mais do que agir? Vou fazer o meu melhor nas poucas coisas que estou fazendo, mas o meu melhor. Entende? Assistir filmes, seriados, melhorar a alimentação, me organizar com a minha profissão, me entender sobre o que quero com isso, me entender sobre o que quero comigo e aos poucos tudo vai fluindo.

34699072_1741320225948527_6689826929807196160_n

Vou parar de me culpar por algo que não quero mais fazer e focar no que sinto vontade, no que quero de verdade. O que eu quero mesmo? Ah, lembrei, começar de uma forma diferente, me dando novas chances, oportunidades e respirar intensamente.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s