O silêncio é in-divi-dual

Você já prestou atenção naquele silêncio entre o momento que parece que tudo para? Promove uma paz na alma, não é? Aquele momento de percepção em que os carros param de passar, que parece que podemos ouvir o vapor café quente; aquele momento entre o sussurro do vento lá fora com o loucura dos pensamentos … Continue lendo O silêncio é in-divi-dual

O efeito em torno de si mesmo

É interessante quando vamos juntando experiências que desenvolvem o entendimento do que é importante e o que não faz mais sentido; que parte dos nossos princípios, objetivos e sonhos; é rotacionar; é maturidade. Quando nos acrescentamos no mundo surge um sentimento de desconfiança de ser quem se é, não é mesmo? Há sempre alguma cópia, … Continue lendo O efeito em torno de si mesmo

DIÁRIO: Entre todas as mais belas

Eu lembro dela. Lembro da voz, da risada gostosa de ouvir. Lembro da lágrima de despedida, do cheiro dos cabelos brancos daquela mulher incrível vinda como minha ancestral. Não conheço muito do passado e nunca tive a oportunidade de perguntar. Se tivesse a oportunidade de hoje estar fisicamente com essa mulher, eu à serviria com … Continue lendo DIÁRIO: Entre todas as mais belas

DIÁRIO: Sou um instrumento

Eu acredito em missão de vida, mas tenho dificuldade em acreditar em mim. Já ouvi tanta coisa boa ao meu respeito e mesmo que tenho conseguido manter minha estabilidade mental durante esse ano de transição e tudo mais, acabo falhando no quesito de me sentir pertencente. É um sentimento de primeiro-dia-de-aula-preciso-encarar-mas-não-encaro. Me considero fugitiva, mas … Continue lendo DIÁRIO: Sou um instrumento

DIÁRIO: Paleta de entrelinhas

Caminhando sem brigar com o tempo, decido me despedir do dia e agradecer o Sol como de costume, e para minha surpresa esse encontro de dois, acabou virando de três; a Lua estava lá também. No meu lado direito uma intensidade que fazia meu corpo sentir arrepios de gratidão, lá estava ele, brilhante e alaranjado … Continue lendo DIÁRIO: Paleta de entrelinhas

SUNDAY MOOD: O sentimento de filosofar

Existe um ponto de equilíbrio entre a liberdade individual do ser humano e a liberdade que o Universo nos dá. A liberdade de escolher não significa ter a liberdade de querer. Ao mesmo tempo, existe limitações dentro da própria liberdade. A profundeza de existir é muito mais do que gastar energia com o que não … Continue lendo SUNDAY MOOD: O sentimento de filosofar

SUNDAY MOOD: A re-volta do normal

A facilidade em cair na rede, aumenta a vontade do vício. Dificulta a percepção de priorizar nossas particularidades, sem contar as tentativas de nos recuperarmos desse vício para então, vivermos a realidade na realidade. Podendo já concluir que se sair "vivo" dessa corrente de distrações, a proporção de enxergar um mundo zumbi é grande. Isso … Continue lendo SUNDAY MOOD: A re-volta do normal

SUNDAY MOOD: A importância de arrumar a cama

"Se você quer mudar o mundo, comece fazendo sua cama", essas palavras inspiradoras são de William H. McRaven, ex-almirante da Marinha Americana em um discurso gravado pela University of Texas. ... Após ter sido tocada por seu discurso, decidi experimentar esse hábito: começar o dia arrumando a minha cama. Era a minha mais nova chance … Continue lendo SUNDAY MOOD: A importância de arrumar a cama

DIÁRIO: Eu decidi

Eu decidi desistir de ser alguém que não me pertence mais. Estou me desconectando com uma parte que não faz mais sentido na minha vida. São os princípios que gritam de um lado, os sentimentos do outro, as ideias que borbulham de cima e que toda essa farra me motivou a seguir um caminho diferente … Continue lendo DIÁRIO: Eu decidi